MUNICÍPIO DE RIBEIRA DE PENA ATRIBUI PRÉMIO DE PRODUÇÃO AOS PRODUTORES PECUÁRIOS DO CONCELHO

O Município de Ribeira de Pena entregou cheques referentes à atribuição de prémio de produção aos produtores pecuários do Concelho de Ribeira de Pena.

A agricultura e a pecuária são duas das atividades mais importantes para o desenvolvimento do nosso concelho e para a prosperidade do futuro de Ribeira de Pena. Muitas famílias residentes no concelho exercem como principal atividade económica a exploração pecuária, retirando dessa atividade o rendimento para sustentar os respetivos agregados familiares.

Nos últimos tempos, tem-se verificado uma acentuada diminuição dos rendimentos dos agricultores e produtores pecuários que vendem, desde sempre, o seu gado ao mesmo preço, apesar dos custos de produção terem aumentado exponencialmente. Não é justo que os nossos produtores de gado que têm uma vida dura, de grande sacrifício e trabalho para criarem os seus animais, recebam apenas uma pequena parte do preço final que os consumidores pagam pela sua carne. Perante esta realidade, tornou-se necessário incentivar e dinamizar a atividade agropecuária e incrementar os rendimentos de todas as famílias de produtores de gado, valorizando o seu esforço em manter a atividade no nosso território.

Assim, e honrado o compromisso assumido perante os agricultores e produtores do concelho de Ribeira de Pena, a Câmara Municipal atribuiu um prémio de produção pecuária aos produtores de gado bovino, caprino e ovino, mediante o efetivo de gado registado a 31 de Dezembro de 2020 no SNIRA Produção, nos seguintes termos:

Por cabeça de bovino até ao 1 ano: 7,50€;

Por cabeça de bovino de 1 até 2 anos: 15,00€;

Por cabeça de bovino com 2 ou mais anos: 20,00€;

Por cabeça de caprino: 3,00€;

Por cabeça de ovino: 3,00€.

No total foram entregues 55.793,50€ a 329 agricultores. Desta forma, o atual executivo municipal, liderado por João Noronha, assume o compromisso de desenvolver novos projetos para impulsionar o setor agropecuário e aumentar os rendimentos dos agricultores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.